quinta-feira, 7 de março de 2013

Abro meus olhos e ali estou. Em meio a flores, grama fresca, arvores e um sol não muito quente. Não, se fosse quente demais eu não teria vontade de fazer nada. Talvez chova mais tarde, seria bom se isso acontecesse... Cheiro de terra molhada é bom quando se está assim. 
Olho para cima e vejo o sol entre as folhas das arvores, seus galhos balançam de um lado para o outro por causa da brisa quente e suave que passa por nós. Olho para o lado e vejo você o estranho é que eu ainda não sei quem você é, mas o seu cheiro é inconfudivel para mim. Creio que seja a mistura de amor com paixão, uma mistura de "eu fui feito para você e você foi feita para mim". Chegamos mais perto um do outro e tudo parece se encaixar em seu devido lugar. 
Calma e paz reinam agora... Água corre em algum riacho aqui por perto, mas não sei explicar direito como se chega a ele. Acho que não é necessário, penso que talvez seja bobeira pensar em coisas complicadas agora. Na verdade, penso que a vida não é complicada de maneira alguma. A vida é simples, nós, humanos, com essa mania de pensar e inventar é que complicamos tudo. 
O mundo parece rodar mais devagar e as coisas parecem não mais as mesmas. As nuvens começam a aumentar e vemos que já é hora de voltar... Assim que chegamos a nossa casa a chuva decide cair, e ali, na varanda de nossa casa vemos o quão boa a vida pode ser. Em seus braços, vejo o quão maravilhosa a nossa vida é. Nosso amor é o melhor lugar que posso estar, nossa casa, nossa família, nosso espaço são os melhores lugares que conheço. E nada nesse mundo é capaz de mudar esse fato. 
TRRRRRRRRRIIIIIIIIIIIIIIIIIMMMM.... Meu despertador toca e abro os olhos. Encaro um teto branco e um sol forte demais para esse horário. Uma certa decepção me invade, afinal de contas, não consegui ver onde estávamos e nem mesmo consegui ver o seu rosto. 


0 comentários:

Arquivo do blog

Tecnologia do Blogger.