terça-feira, 15 de novembro de 2011
Ouvindo música, tentando pensar em algo para escrever. Quando percebo que há inspiração logo do lado de fora de minha janela. Já lhes disse como é bom ver os raios de sol através da cortina, mas creio que nunca lhes expliquei como é mágico ver a chuva cair. Cada gota cai consecutivamente, sem elas as plantas jamais cresceriam. Sem elas, talvez, nunca seria possível saber como é bom sentir esse vento gelado na cara. Não saberíamos como é bom dormir ouvindo essas mesmas gotas batendo contra o vidro da janela. 
Gosto de chuva, pois com ela posso observar a beleza de um arco-íris. Gosto de chuva, pois com ela parece que todo o mundo chora comigo quando me sinto mal. Gosto de chuva, mesmo que ela chegue a atrapalhar minha ida a qualquer lugar. Gosto de chuva, pois com ela vejo todo uma beleza sem sair de minha cama. 
Chuva que embala meus sonhos mais profundos. Chuva que traz a vida de modo calma e gentil. Chuva que mostra ao mundo que ser triste não é tão ruim assim. Chuva que é bela, mesmo não sorrindo como os raios solares. 
sexta-feira, 4 de novembro de 2011
Posso mudar minha roupa, mudar meu cabelo, ter uma atitude diferente. Não sou como a maior parte das meninas que você conhce, nem mesmo quero ser moldada pela midia que tenta o tempo todo dizer como tenho que me vestir e como tenho que me portar.
Gosto de sorrir, gosto de chorar, não encondo que tenho medo de perder quem eu amo. Não tenho medo de dizer que não gosto de certos tipos de roupa, não gosto muito de vestido, não uso maquiagem. Porém acho lindo algumas amigas minhas que utilizam maquiagem.
Gosto de ser assim, gosto de comer, de conversar e de falar sozinha também. Gosto de sonhar e de encontrar pessoas com o mesmo sonho que eu. Gosto de dizer que não, só para dizer que sim logo em seguida. Gosto de ler e de escrever (um pouco óbvio). Gosto de música, de preferência a boa, mas canto músicas horriveis só para rir no final delas.
Sou assim, várias em uma só.




quinta-feira, 3 de novembro de 2011
Pequenas coisas podem me fazer feliz. Pequenas coisas podem mudar a minha vida e pequenas coisas podem fazer a diferença. Um pequeno gesto, como um simples sorriso, pode alegrar um dia terrível de alguém que você nem mesmo conhece. 


Um sim pode mudar o destino da sua viagem, mudar a sua vida, mudar seu pensamento, sua concepção sobre o mundo. Esse sim pode valer a pena ou não, te alegrar ou decepcionar. Porém ele vai mostrar a você o quão forte você e quanta esperança ainda resta em seu coração. Se vai ser bom ou não, só depende de você. 


O fato de você se afastar de quem você, pode lhe assustar no primeiro momento. Mas será provado que você é capaz de andar com as próprias pernas. Você perceberá que, embora a saudade seja complicada de lidar, ela não é o que fará você desistir. 



Com o tempo você verá que pequenas coisa fazem você sorrir e que pequenas coisas fazem você chorar. Se isso é bom ou ruim, depende só de você.  Com o tempo, você perceberá que existem pessoas que permanecem em seu coração, pessoas as quais vale a pena lutar, pessoas que te fazem sorrir mesmo quando você quer chorar. Com o tempo você perceberá que não importa quanto tempo passe você ainda se sentirá feliz quando ouvir aquela música que sua mãe cantava para você. 


Com o tempo você verá que o mundo é feito de pequenas coisas e que só cabe a você decidir se elas serão boas ou ruins. 
quarta-feira, 2 de novembro de 2011
Eu vi você agindo como se nossa amizade fosse apenas por interesse. Eu percebi que minhas lágrimas corriam por meu rosto sem você sequer se preocupar em enxuga-las, enquanto eu movia muros e fundos para que você nunca se machuca-se. Foi isso que eu senti e então eu fugi. Corri por milhas e milhas sempre rezando e pensando que isso jamais me aconteceria. 
Eu sofri em segredo. Vi você sentir ciumes. Vi você pensar que eu estava trocando você, quando na verdade eu estava apenas amadurecendo, crescendo. Não sou mais aquela que você deixou aos pedaços, não sou mais aquela que carrega duvidas e dores no coração. Deus me encontrou e mandou anjos para juntar meus pedaços, Ele me montou novamente, e me mostrou que posso sim ter pessoas que me entendam pelo o que sou. É possível conhecer pessoas que pensam como eu, pessoas que agem como eu sem me julgar pelo o que tenho e pelo o que aparento ser. 
Sei que você pode se sentir mal, sabendo de tudo o que pensei sobre você nesses últimos tempos. Mas tudo é simplesmente o que você transmitiu para mim. E agora? Será que você pode entender como eu amadureci? Não sou careta, porém não vou mudar!