terça-feira, 24 de abril de 2012
Oi. 

Faz tempo em que eu venho pensando em escrever semanalmente uma lista de músicas que tenha marcado a minha semana. Mas como estou na correria do 3º ano de faculdade as coisas andam ficam complicadas e não consigo me dedicar a tudo o que quero. 24h por dia não são suficientes mesmo.


Enfim, segue a primeira lista: 

Give it all - He is We
His Name - He is We
I wouldn't mind it  - He is We 
Receba a força - JMJ Sidney 2008
Velha e Louca - Mallu Magalhães




Vocês podem me dar sugestões, gosto de quase todos os estilos musicais. Falem da sua playlist! 
Desculpa o post pequeno. Beijos
quarta-feira, 18 de abril de 2012
Muitas vezes acontece de acordarmos sem ter vontade de fazer coisa alguma. Hoje é um dia desses. Acordei sem a mínima vontade de estudar e/ou fazer alguma coisa. Tenho amigos que dizem que se você acorda e já pensa em quando voltará a dormir é porque o seu dia não será produtivo de modo algum. Creio que meu dia será dessa maneira. 
Por mim, estaria na cama agora. Hoje é um dia perfeito para ficar em casa sem fazer coisa alguma. Hoje é um dia perfeito para se dormir e assistir filmes. Pena que não poderei fazer nada disso, afinal de contas não sou mais aquela criança que podia dar-se ao luxo de passar uma tarde inteira da maneira que se quer. 
Mas quem sabe um dia eu posso voltar ao tempo em que poderia, simplesmente, almoçar e dormir durante toda a tarde. Enquanto isso, fico aqui morrendo de sono e de vontade de ir para casa dormir. 



terça-feira, 17 de abril de 2012
Não sei quanto a vocês, mas eu sou uma pessoa muito sonhadora. Talvez, parte do motivo de eu ser assim foi a infância que eu tive. Meus pais e parentes sempre me permitiram sonhar com milhares de coisas. Um dos meus sonhos mais antigos é o de viajar. 
Se existe uma coisa no mundo de que eu gosto muito é de viajar. Por mim viajaria, pelo menos duas vezes por mês, cada uma delas para um lugar totalmente inusitado! Sonho muito em ir ao exterior, sonho muito em descobrir boa parte do Brasil, pois afinal de contas não adianta conhecer o mundo sem antes conhecer meu próprio país de origem. 
Com todos esses sonhos, decidi que realizarei duas viagens daqui há alguns anos. A primeira será quando eu me formar na faculdade, eu e meu tio iremos a Europa (ainda não decidimos o lugar, mas prometo que mostrarei o roteiro quando ele ficar pronto). A segunda viagem será para Paris, juntamente com uma das meninas que divide casa comigo. Eu e a Lauriele iremos para Paris quando ela se formar. 
Pode parecer estranho, para algumas pessoas, que eu tenha uma vontade tão grande de desbravar o desconhecido. Não que eu não goste dos lugares em que vivo, eu sempre gostei. Mas a vontade de conhecer é muito maior do que eu. 
Você também se sente assim? Já viajou para alguém lugar bem legal?


sexta-feira, 13 de abril de 2012
As vezes é complicado escrever em blog. As vezes não temos o que escrever e quando temos o que, não temos o como. É complicado vir aqui e simplesmente escrever, devemos ter uma serie de cuidados em relação ao que vamos dizer. Afinal de contas é muito fácil ter suas palavras distorcidas por terceiros. Mas perante tudo isso creio que o maior agravante é a inspiração.
Com a correria do dia-a-dia é muito difícil ter inspirações que nos façam sentar e escrever com todo o coração. É complicado se atentar a detalhes lindos quando se está preocupado com dividas, trabalhos, aulas, almoços, jantares, compras de supermercado, declaração de imposto de renda... E outras milhares de coisas que enchem nossa cabeça! 
Porém, hoje eu reparei. Hoje eu olhei pela janela da sala de aula e vi como as folhas das arvores ficam lindas quando a luz do sol passa por elas (filosófico?! Talvez). Hoje eu olhei para a minhas amigas e vi quanto rimos quando estamos juntas, olhei para a minha família e vi quanta falta eu sinto dos momentos que passamos juntos. Senti falta de sentar no sofá da sala e assistir futebol com o meu pai, senti falta de assistir programas de moda com a minha mãe e ver filmes com os meus irmãos. Nessa hora eu percebi que essas são as minhas inspirações. É através desse sentimentos que a minha vida se torna mais simples, é através dessas pessoas que a minha vida é mais feliz. 
Não preciso ser fotografa profissional (embora eu queira isso como hobby no futuro) para observar e capturar momentos maravilhosos que acontecem ao meu redor. Afinal de contas o que melhor para capturar as imagens do que meus próprios olhos?! Vejo coisas maravilhosas todos os dias e cada uma dessas coisas influencia para que eu seja inspirada a escrever ou mesmo a sorrir. 


E com você?! O que te inspira?

quinta-feira, 12 de abril de 2012
Faz apenas uma semana que voltei a minha rotina na faculdade. Para quem não sabe, eu faço Biblioteconomia pela Unesp. Meu curso não é muito conhecido e por conseqüência recebo vários olhares estranhos quando digo que o faço. Acho que o pior é quando explico o que me tornarei a concluir o curso e muitas pessoas, simplesmente, olham para mim e dizem:" Nossa não sabia que era preciso estudar 4 anos para aprende a guardar livros". No campus os alunos pensam que não fazemos nada. Mas deixa eu te dizer que aprender como disponibilizar a informação que você precisa de maneira simples, rápida e eficaz não é uma tarefa simples. E a cada ano(semestre) que passa, a minha vida se torna mais complicada para aprender isso e mais.  Afinal não adianta eu entender tudo de como buscar/disponibilizar/divulgar se eu não conhecer o publico que utilizará essa informação.
Gosto do meu curso, até mesmo porque sinto que essa é a profissão da minha vida. Creio que não exista satisfação maior em mim do que dizer que serei bibliotecária e que levarei a informação que você precisa.  Não sei bem o que dizer a vocês sobre a Biblioteconomia, só posso dizer que não é uma profissão para todos. Exige uma paciência maior do que o normal. Mas é gratificante. O ruim é que estudamos demais. Porém, conforme você amadurece, você percebe que para tudo na vida é necessário um grande esforço. 
Então, seja responsável. Pois para você conseguir o que quer é necessário dedicação e responsabilidade. As vezes realizamos alguns sacrifícios em prol daquilo que é necessário fazer. É difícil, não é simples deixar de fazer o que se quer, para fazer o que se precisa. Mas há cada esforço, uma vitória é conquistada.
Vamos estudar?!



domingo, 8 de abril de 2012
Olá pessoas. 

Feliz páscoa para vocês. Para aqueles que, como eu, acreditam na ressurreição de Jesus, que vocês tenham uma páscoa santa e feliz. Para aqueles que não acreditam, mas que adoram um bom domingo para comer chocolate, cuidado para não comer demais viu?!
Gosto de feriados santos, como sou católica faz parte de minha vida comemorar datas assim. Não sei mais o que escrever, então Feliz páscoa para todos vocês. 

Beijos
domingo, 1 de abril de 2012
As vezes não sabemos bem onde estamos e o que queremos fazer. Temos a sensação de que devemos parar o mundo e aí decidir o que devemos fazer com nossas vidas. Não é simples saber o que fazer quando as coisas não parece nem ao menos certas aos nossos olhos.  É como se estivéssemos presos a nós mesmo. Como se estivéssemos acorrentados ao mundo e assim, não pudéssemos ficar sozinhos por um tempo.  Nem mesmo percebemos que existem um mundo de possibilidades lá fora, um mundo de chances que podemos pegar para nós. 
Esquecemos o que é a liberdade e que essa liberdade pode ser transmitida através de um sorriso. Um simples sorriso pode mudar o mundo. Um sorriso pode ser aquele fator determinante que faz  com que aquele garoto possa ter a coragem de seguir em frente. O sorriso que faz com que aquela garota não pare de sonhar. Pois sonhar é o que a faz continuar nessa vida complicada que ela tem.
Todos nós temos um rosto feito para sorrir, pena que o utilizamos para quebrar uns aos outros. Pena que jamais pensamos em utiliza-los para ajudar alguém. Pena que não o utilizamos para livrar alguém daquela angustia que nos corrompe por dentro. Não, sempre estamos preocupados em fazer alguém chorar, sempre estamos preocupados demais com nossos próprios problemas. Nunca estamos lá para aqueles que precisam. Nunca estamos lá para perguntar se está tudo bem. Nunca estamos presentes em momentos importantes para aqueles que amamos. E ainda mais, quando estamos presentes, estamos somente em corpo, nossa mente divaga pelo tempo espaço se preocupando apenas com o que lhe convém. Não sou hipócrita ao ponto de pensar que não faço esse tipo de coisa, pois se que faço. Mas sei que não sou a única. E agora eu entendo que aquele sorriso pode te salvar ou te condenar.  Então, tente ver ou ser a salvação de alguém. Sorria, seu sorriso é muito bonito.