quinta-feira, 21 de fevereiro de 2013
Hello pessoas,

Como estou em minha ultima semana de férias sei que preciso aproveitar ao máximo meus momentos de calma e tranquilidade, mesmo que minha dor de ouvido atrapalhe um pouco. Sendo assim, comecei a ouvir varias listas do 8Tracks e uma delas me chamou muito a atenção. O nome dela é "Fall asleep with your headphones on" e sim, dá vontade de adormecer ouvindo cada canção que faz parte dessa list. Sei que você  deve estar se perguntando o porquê de tal list, afinal de contas se dá sono é porque não é muito boa. Pelo contrario, eu digo, são músicas calmas que fazem com que você relaxe bastante. Espero que gostem! 



terça-feira, 19 de fevereiro de 2013
É chegada aquela época do ano novamente, ou será que essa será a ultima vez? Eu sempre achei que não sentiria falta, sempre escutei várias pessoas dizendo que momentos assim passam rápido e que quando menos se espera, se sente saudades de tudo. Será mesmo que vou sentir saudades de tudo? Acho que já sinto. Sinto uma saudade terrível que traz lágrimas aos meus olhos e que me faz querer voltar no tempo. 
Quero voltar a primeira vez que nos falamos e vimos que temos muito em comum. Quero voltar ao dia em que ele te disse para cantar "Linger". Quero voltar ao dia em nós três nos sentamos juntas pela primeira vez. Para todas as vezes em que fugimos delas e rimos muito depois. Quero voltar para todas as vezes em que minhas lágrimas foram secadas pelas suas mãos, e para todas as vezes em que pude secar as lágrimas do seu rosto. Quero voltar para nossas noites de filmes e seriados, quero rir e dizer que tal personagem é melhor do que o outro e que ela deveria ficar com ele e não com o outro. 
Nossa, será mesmo que apenas 2 anos foram suficientes para eu conhecer tantas pessoas maravilhosas? Acho que sim. Acho que ganhei várias famílias nesse meio tempo e quando pensei que estava sozinha de vez, senti um abraço de mãe e um abraço de pai dizendo que as coisas ficariam ok e que eu nada devia temer. Afinal de contas todos vocês são presentes de Deus em minha vida. 
É estranho pensar que apenas 3 meses longe já é capaz de deixar um vazio tão grande dentro de mim. O mais estranho é pensar em deixar o que tenho aqui para estar com vocês. Posso trocar as cidades de lugar? Basta alguns ajustes e voilá vocês e eles estariam juntos e eu seria a pessoa mais feliz do mundo. É tenho certeza que se eu fosse colocada em frente ao espelho de Ojesed veria isso. Vocês e eles, eles e vocês juntos e perto de mim. 
Vou chorar de tristeza quando eu partir daqui, mas vou chorar de alegria quando estiver chegando aí. Entendam que eu não mais escolho se gosto mais daqui ou daí, decidi que amo os dois lugares por igual e que sempre irei chorar quando tiver que partir de um deles. Doutor, isso é normal? Como pude sobreviver a esse tempo de indecisão? Como posso viver em apenas um lugar se meu coração quer os dois? Será mesmo que um dia ainda falecerei de amor? 

segunda-feira, 18 de fevereiro de 2013
Chega um momento em que nenhuma palavra sai de nós. Aquele momento em que se pensa, pensa e nada aparece. Existe um vazio em sua mente que por mais que você trabalhe, ele não será preenchido. E então, surgem as distrações. Aquele filme que terminou o download, aquele seriado que finalmente está legendado, aquela música que te dá vontade de dançar, aquela novela maravilhosa que você está morrendo de vontade de assistir! Tudo, tudo conspira contra você quando você está com falta de inspiração. 
O pior é que essa bendita inspiração sempre aparece no ultimo minuto. Por mais que você tenha tentado conquista-la antes... Sofro disso e sofro muito quando quero ter algo pronto antes da data, só por motivos de organização e só porque não sou muito fã da adrenalina do ultimo minuto. Inspiração para o blog sempre aparece nesses momentos, inspiração para o resumo da faculdade que é bom: NADA! Um grande e belo NADA! Parece até castigo não ter como escrever sobre aquilo que já sei, que já li e conheci. 
Ah, quem me dera poder guardar a inspirações da madrugada ou dos momentos de inshgt. Não há nada melhor do sentar e escrever absolutamente tudo o que é necessário e ver que tudo aquilo faz sentido e encaixa-se com todas as citações que, por mágica, aparecem nos artigos e livros que estão a mão. 
O jeito mesmo é esperar, esperar a bela inspiração aparecer e rezar para que ela apareça antes que o prazo termine porque por mais que ele seja adiado, nunca é bom ser um dos últimos a submeter o resumo. 


sábado, 16 de fevereiro de 2013
Dia de sol, de calor, de acordar tarde e pensar no que não precisamos fazer. Hoje é Sábado  Será mesmo que existe dia mais gostoso do que esse? Saber que não precisamos acordar cedo no dia seguinte e que temos um dia inteiro para fazermos o que mais gostamos de fazer. 
Vocês sabiam que hoje é o dia em que os judeus reservam? Sim, hoje é o dia em que não se faz nada. Hoje é o dia do descanso. Para os Cristãos, o domingo é o dia do descanso. Afinal de contas, se Deus teve um dia para descansar e deu esse dia para seus filhos descansarem também. 
Então, esqueça aquele trabalho da faculdade ou da escola. Esqueça as contas que você precisa pagar na semana que vem e das tarefas domésticas que sempre temos para fazer e divirta-se. Saia com a sua família para o parque, cinema, praia, show... Qualquer lugar que deixe seu coração mais calmo. Respire fundo e feche os olhos, leia aquele livro que você está com vontade de ler há meses e se perca em meio as histórias. 
Assista um filme para chorar de verdade ou um filme para chorar de rir. Corra, pule, seja criança de novo e mais ainda tenha calma, porque logo logo você terá mais um sábado para viver! 


quinta-feira, 14 de fevereiro de 2013
É chegou o dia mais romântico, para os americanos, do ano! Happy Valentine's Day, and may the odds be ever in your favor! Ops, frase errada. Enfim, hoje é dia em que boa parte das redes sociais legais estará lotada de fotos de casais e frases românticas sobre eles. E, ao mesmo tempo, teremos o grupo de solteiros que irão dizer que ou são solteiros lindos e fabulosos ou vão se lamentar por esse dia enfadonho. 
Sei que é complicado, mas eu tenho a impressão que sempre que alguém termina um namoro ou sente-se solitária, milhares de casais grudentos aparecem. Sim, eles brotam como bambu e fazem o seu dia ficar um pouco pior. Mas você quer um conselho de solteira para solteira(o)? Ignora, bem. 
Pode ser que você tenha acabado o seu namoro e esteja sentindo falta do carinho e dos momentos que vocês passaram juntos. Mas pense bem, se fosse para vocês ficarem juntos, vocês ainda estariam. Se ele ou ela realmente te amasse não seria um problema como a causa para o fim de todo o amor entre vocês. E se, por acaso vocês ainda se falam e ainda são amigos, é porque o amor de vocês nunca foi dessa maneira. Talvez, vocês sejam bons amigos e só isso. 
E convenhamos, qual é o problema  em ser solteiro? Um dia como esse? Acho difícil dizer que um dia pode ser a sua ruína. Acredite em mim, pode ser um dia ruim, pode ser que a vontade de dividir as suas conquistas e as suas derrotas com alguém seja o maior problema aqui. Daí eu lhe pergunto: quer alguém para completar a sua vida ou alguém para somar com a sua vida? Se há diferença, nossa há uma diferença imensa nisso. 
A Jess conheceu o pai de um amigo dela, o Josias, e o pai dele é escritor. Sendo assim ele explicou para ela que quando amamos alguém, nunca devemos esperar que essa pessoa complete a nossa vida. Ela deve ser a soma, pois ambos são indivíduos distintos e juntos formam algo novo.  Seu namorado(a) deve ser diferente de você em alguns aspectos, vocês não precisam gostar e fazer as mesmas coisas juntos o tempo todo. Seria um tanto irritante e sufocante viver assim, passar o tempo todo junto de uma pessoa. 
Não é errado que ele vá jogar futebol com os amigos no domingo e não é errado que ela saia para fofocar com as amigas. Se você fica desconfiado(a) toda as vezes que ele(a) sai com os amigos(as), você não acha que existe um probleminha aí? Pois é, se você tem um(a) namorado(a) e desconfia dele(a), talvez seria melhor se solteira(o). Se você é solteiro e pensa que para namorar é preciso ficar grudado na menina ou pensa que ela seria o mesmo que a sua mãe ou o mesmo que uma empregada, acho que você não quer namorar pelas razões certas. 
A verdade é que Valentine's Day e o Dia dos Namorados aqui do Brasil, são datas até que bonitas e podem ser aproveitadas tanto pelos namorados, como pelos solteiros. Basta saber se você está pronto para ter um relacionamento ou se você está muito bem solteiro por enquanto. Eu sou do time que pensa que para cada pessoa no mundo existe alguém certo para se viver, mas que para isso é preciso que ambas aceitem o outro como ele é. É preciso amar os defeitos, para se amar as qualidades. 

Então para os solteiros de plantão 

e para os casais românticos da vez, Happy Valentine's Day! 

Livros e amor são coisas similares. São poucos os livros que não contem um pouco de romance, pelo menos um pouquinho. Pois devo dizer que sou viciada neles. Como sei que sou viciada? Simples, quando começo não paro até terminar. Pode parecer estranho, mas minha vida é movida por livros. Não creio que haja sensação tão boa quanto essa. 
Gosto de viver o livro ao seu máximo. Muitas pessoas não entendem o porque fico tanto em casa quando tenho tempo livre. Mas a verdade é que não estou em  casa, eu estou Hogwarts, na Terra Média, em um dos 7 mares, em Panem, na Unicorp, em alguma praia nos Estados Unidos, em alguma época distante em uma vila brasileira, na St. Vlad e em qualquer lugar que eu possa querer estar. É fascinante. 
E sabe o que é mais fascinante do que isso? É poder sentir o que elas sentem. Suas angustias, suas alegrias, seus medos e tensões. De repente eu estou nos braços dele e em seu olhar vejo todo o amor que ele diz sentir por mim. Quando menos espero estou a liderar essa batalha e tenho em mim a certeza da vitória. E quando o mundo parece estar para acabar não sou mais Ana, sou Katiniss, sou Hermione, sou América e não tenho mais certeza se estou aqui ou lá. 
Quando acaba, parece que algo em mim acabou. Sofro de ressaca e nada preenche minha mente, pois ela ainda viaja em nossa ultima aventura. Tudo me lembra o que li, seja uma camiseta roxa ou uma laranja. Tudo ao meu redor me lembra palavras que viajam das páginas para minha mente tão avida para receber mais um pouco daquilo que nos permite viajar sem sair do lugar. 
Acho que preciso correr agora, tenho mais uma aventura pela frente e até o anoitecer serei apenas o que a história disser que sou. 


terça-feira, 12 de fevereiro de 2013
Hello pessoas lindas! Como foram esses três dias em casa? Assistiram o desfile? Participaram de algum bloco carnavalesco? Pois bem, eu assisti o desfile ( o máximo que meu sono permitiu né?!) e participei do Bloco Unidos do Pijama que foi criado pela Am do Vinte e poucos. Mas o que venho falar aqui hoje pode até surpreender alguns de vocês. 
Eu gosto de Carnaval! Isso mesmo, eu gosto do Carnaval e não só por conta dos dias que posso passar em casa. Digo das festas, eu gosto mesmo. Mas antes que você possa pensar alguma coisa deixe-me explicar. Carnaval para a minha família sempre foi motivo de comemoração. Tiveram vários anos em que meus pais iam para o sambódromo para assistir o desfile. Um dos meus tios sempre participou da organização de uma das escolas e outro deles chegou a desfilar esse ano. E durante muitos anos de minha vida eu acreditava que o Carnaval Baiano era a melhor festa do mundo. 
Sabe quando eu comecei a analisar toda essa festa por outra perspetiva? Quando eu comecei a ouvir o que a televisão dizia a respeito. Quando eu soube que muitos assaltos aconteciam durante o carnaval e quando percebi que essa festa, tradicional em nosso pais e que durante anos foi motivo da alegria de muitas pessoas, não passava de uma desculpa para a azaração. Vamos só deixar claro que eu não sei de onde surgiu o termo azaração, para mim, azarar significa jogar uma praga ou um feitiço ruim em alguém. Então me corrijam se eu estiver errada. 
Porém eu começo a pensar, se essa festa durou tantos anos sem problemas grandes assim, qual é o problema agora? Qual é o problema de ir para a rua com seus amigos para dançar e rir? Não tem problema algum. Assistir os desfiles das escolas de samba é muito legal, cada uma delas tem um jeito único de falar sobre determinado assunto. Muitos dos sambas-enredo são ótimos de se ouvir e muitas baterias dão um show. Existem pessoas que passam o ano planejando aquele momento e muitas vezes são recompensadas. 
O problema está nas outras pessoas que acham que a  maior diversão que se pode ter na vida é beber até cair e beijar quantas bocas conseguirem. Eu, sinceramente, não sei qual é graça disso. A bebida distorce as coisas e beijar qualquer um pode trazer doenças. Creio que é muito melhor cantar, dançar e rir com seus amigos. Ver seus parentes desfilando e esbanjando alegria para quem quiser ver. É isso que faz com os turistas fiquem tão impressionados com o nosso carnaval. 
Ah, você deve estar se perguntando sobre a falta de tecido de certas fantasias. É, disso eu não gosto também. Mas relevamos. Não são todas as fantasias que tem tão pouco pano e não são todas as moças que desfilam que pensam em mostrar a comissão traseira para as câmeras da televisão. Na verdade, não sei dizer quando e porque existem fantasias assim e penso que a televisão só se aproveitou da situação. 
Para mim, o carnaval só é visto da maneira que é visto agora, por culpa da televisão. É parabéns, vocês conseguiram destruir mais uma coisa que esse Brasil tinha de valioso. 
quinta-feira, 7 de fevereiro de 2013
Olá pessoas, como estão? 

Esses dias estava passeando pelo Facebook e vi uma imagem que me lembrou do meu amigo Lord Luiche.  A imagem trazia um trecho da música que eu e ele sempre cantamos juntos. E isso me trouxe uma saudade imensa de viajar e  de cantar com ele e com a Jess.
Em homenagem a essa vontade de cantar, eu montei a Trilha sonora para viagens divertidas. Sim para aquelas viagens em que você pode esquecer o que está deixando para trás e pode simplesmente se sentir livre. Então para vocês que vão viajar nesse feriado, aumente o volume e divirtam-se! 



terça-feira, 5 de fevereiro de 2013
Simples assim, acabou. Eu pensava que minha vida dependia disso, dependia de você. E tudo por que você me fez acreditar nisso. Mas agora, meu bem, acabou. Eu não mais preciso de você ou do pouco que você sempre me deu. Hoje eu sou o que sempre quis ser, hoje eu posso fazer meus sonhos se tornarem realidade.  E o melhor de tudo, é que você não está mais em meus sonhos. 
Levanto meus braços para o alto e deixo com que meus sonhos invadam a minha realidade. Não mais ouvir músicas que não gosto e não mais ter que brigar por coisas tão bobas e fúteis. Meu sorriso aumenta a cada vez que abro os meus olhos e lembro que não mais dependo das suas migalhas. 
Sou livre e tenho certeza disso. Mas não pense você que minha liberdade vai fazer com que eu perca o que tenho de mais precioso, pelo contrario, minha liberdade tem haver com o meu bem estar e caso você se lembre meu bem estar não se encaixa bem em lugares fechados. 
Minha liberdade se encaixa bem com lugares ensolarados, dias calmos, em músicas divertidas, em tempo com a família e com os amigos das quais você sempre reclamou.  Pois bem, eu não vou te escrever uma música de amor e nem vou concretizar tudo aquilo que você julga ser certo para mim. Não preciso de tantos problemas e muito menos de tantas complicações. 
A vida não é complicada, nós que a complicamos. 

Trilha sonora especial: Love song - Glee cast. 
Tecnologia do Blogger.