segunda-feira, 5 de setembro de 2011
Não venho pensando em cartas de baralhos, e sim em cartas escritas a mão. 
Eu não vive muito na época em que era-se necessário escrever a mão para se comunicar com pessoas muito distantes. Hoje é tudo tão "automático", basta com que você sente em frente a uma tela e aperte botões que contem letras.O que você escrever torna-se legível com uma facilidade imensa, caso você esteja chorando não haverá marcas de suas lágrimas. Caso você esteja comendo algo e derrubar, mesmo assim não haverá marca alguma no "documento final". Um pouco chato não acha? Parece até que não contato daquele que escreve com aquele que lê. 
Cartas escritas a mão lembram muitas coisas, elas guardam cheiros, amassos, lágrimas e muitas outras coisa. Elas levam consigo um pedaço de cada pessoa que entra em contato com ela. Carregam-se sentimentos que podem ser palpáveis, se é que você me entende. Gosto de cartaz e sinceramente, gostaria de poder troca-las com alguém.