terça-feira, 14 de junho de 2011
Não sei em que pé minha vida está agora, as pessoas dizem que eu devo ter força para continuar e que não devo ter medo porque Deus me dá forças para tanto. Mas as vezes a carne é fraca e eu sinto como se o mundo ao meu redor está a desabar e que eu não consigo segurar nada! 
Sinto uma vontade louca de chorar, de gritar e de fazer com tudo volte a ser como antes. Sei que não é certo, mas é o que parte de mim deseja. Parte de mim anseia por saber que você que você está aqui e que tudo não passou de uma brincadeira de muito mal gosto. 
Como eu posso sorrir? Eu sei que devo, mas isso aqui é o desabafo mais profundo que existem em mim. Parte de mim diz que não há forças em mim para encarar essa situação e continuar seguindo em frente.
Eu não estou a escrever isso para que você pense ou saiba como estou nessa semana e o que aconteceu comigo. Escrevo aqui como um modo de escapar de toda essa situação, escrevo como uma válvula de escape para os sentimentos ruins que assolam o meu coração. 
Eu quero sorrir, quero ser forte o suficiente para ajudar minha família a passar por isso. Mas estando onde estou penso que, talvez, seja normal me sentir assim. Não sei se normal é a palavra certa para isso, mas eu me sinto tão mal. Meu corpo se sente mal e eu não sei o que fazer. Escrevo para parar de sentir ou apenas para amenizar essa dor.

0 comentários:

Arquivo do blog

Tecnologia do Blogger.