Sou.

Sou aquele tipo de garota que viver cercada de palavras. Gosto do gosto e do cheiro de páginas manchadas de palavras escritas em tinta preta. Gosto mais do que tudo no mundo só fato de sentar e olhar para uma estante repleta de livros, não preciso abri-los para sentir , ou até mesmo ouvir) as palavras que vivem incrustadas dentro deles.
Sou a garota pela qual você nunca espera estar ao seu lado em momentos tristes, mas que não consegue ver alguma lágrima cair de seus olhos. Tenho medo que a tristeza invada as pessoas que amo, no entanto estou acostumada a sofrer pelos outros mesmo que isso não seja visto com bons olhos pela maioria da sociedade em que vivemos. Não gosto de ver meus amados chorando e nem mesmo se lamentando, então tento ao máximo protegê-los de tudo e só não ajo quando percebo que, talvez, a pessoa só aprenderá assim.
Sou a garota das manias, tenho mania de ficar agitada quando algo esta prestes a dar errado. Tenho mania de sofrer por antecedência não importa o motivo. Tenho mania organizar e arrumar quando estou triste ou chateada. Tenho mania de esconder meus sentimentos sombrios por medo de mostrar fraqueza. Tenho mania de escrever de amor. Tenho mania de ter medo do amor. Tenho mania de achar que um dia poderei mudar o mundo. Tenho mania de pensar que esse mundo está perdido e que eu sou só mais uma louca no meio de tudo isso. Tenho mania de amar e não amar. Tenho mania de ter manias.
Sou aquela garota que você não imaginava que existia. Aquela que vive por trás de um livro, computador ou celular. Com óculos na frente dos olhos e palavras escondidas nos lábios. Penso muito em nada e não tenho medo de admitir. Vivo com fones de ouvidos e meu Mp3. Você pode me achar ultrapassada por ter um Mp3, mas saiba que sou feliz em ter as músicas que formam a trilha sonora de minha vida bem perto de mim. Penso que minha vida daria um filme, mas sei que não passaria de um curta. Penso que sei mais do que todos ao meu redor, no entanto admito que não sou, das pessoas do mundo, a mais sabia ou inteligente ou a mais bonita.
Pensado bem, eu nem mesmo sei quem eu sou. Entretanto, sou Anna Constantino.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

A cada minuto.

Curtas para adoçarem o coração.