Medo de não levantar.

Deixar de ser a mesma, seguir em frente com medo de cair e não saber mais como levantar. Olhar para trás e não ter vergonha de nada que você já tenha feito. É isso que eu quero para mim agora, é isso o que eu quero para você. 
Não sei o que vai acontecer comigo daqui para frente, não tenho certeza de que as coisas irão melhorar. mas só cabe a mim descobrir isso. Não devo sentar e esperar que a vida se acerte para mim, isso não vai acontecer de maneira nenhuma. 
Eu sei o que eu quero, quero não mais fazer as mesmas coisas do mesmo jeito. Estou mudando a minha maneira de ver a vida, mudando o meu jeito de pensar. Não sou mais a mesma, logo não há sentido continuar a pensar como antes.
Creio que a maior mudança que fiz em mim foi cortar o meu cabelo, mas quero deixar claro que isso é apenas o começo da minha vida adulta. Infelizmente não sou mais criança ou adolescente. Então cabe a mim me responsabilizar por tudo o que acontecer em minha vida daqui em diante. Se sou grande para morar longe de quem eu amo, sou grande para o fazê-lo de cabeça erguida. 
Sem medo de errar, sem medo de cair, apenas com o medo de não saber levantar.
Escrito originalmente em 15/12/2010 no Pensando em nada.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Curtas para adoçarem o coração.

Cara nova!