Inocência infantil

Lembro de quando era criança que eu cantava músicas dos Backstreet boys junto com minha mãe, naquela época eu não via problema em dizer que era apaixonada pelo Nick. Pelo contrário, eu gritava aos quatros ventos o quanto eu o achava bonito e que, se pudesse, me casaria com ele quando crescesse.
Com o passar dos anos esse meu lado imaginador não diminui, o que desapareceu foi a vontade de deixar que os outros soubesse de minha imaginação fértil. Não sei o porque e que isso aconteceu comigo, mas começo a pensar que esse tipo de de coisa acontece com todas as pessoas desse
mundo.
Algumas deixam de mostrar sua imaginação e por conseqüência deixam de usá-la. Outras, simplesmente, nunca tiveram imaginação para coisa alguma. Esses dois casos são horríveis, pois não existem motivo plausível para o primeiro e existe uma solução para ótima para o segundo. Agora, porque ambas as coisas acontecem?
Eu gostaria que todos pudessem utilizar sua imaginação sem preocupar-se com o que os outros vão pensar disso. Porém quando digo imaginação, quero dizer imaginação infantil como o meu casamento com o Nick. Tentativas de realizar desejos sexuais e fetiches não se encaixam nessa situação, desse tipo de imaginação o mundo já está lotado e não há necessidade de mais.
Gostaria de voltar a ter aquela inocência infantil, sentir novamente como é descobrir o mundo a sua volta e não ter medo encarar a realidade que, por enquanto, é muito próxima de sua imaginação. Ter a inocência de uma criança quando vê o mundo é a mais pura expressão da arte e da imaginação. Então, pare de tentar enxergar o mundo de outra maneira e simplesmente olhe para ele como se fosse a primeira vez. Você pode se surpreender com o que verá e não se esqueça de me dizer depois.


Comentários

  1. Ana se superando a cada palavra!
    Sinto a mesma coisa, acho que ter um pouco da personalidade infantil em nós é encontrar um equilíbrio, um chão, mesmo criança sendo relacionada à fantasia e sonhos, é ao mesmo tempo a fase em que levantar-se e tentar chegar a algum objetivo começando do zero sem preocupações é a coisa mais divertida do mundo. Deveríamos mesmos ser mais assim, encarar o mundo com novos olhos a cada dia.

    Muito bom Ana!
    ;¬D

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Dizem que uma imagem vale mais que mil palavras... Mas aqui, suas palavras também valem muito, então sinta-se à vontade para prosear com a gente. Críticas, sugestões e dicas de lugares pra comer nhoque sempre são bem vindas!

Obrigada por nos fazer companhia =)

Postagens mais visitadas deste blog

Curtas para adoçarem o coração.

Cara nova!