quarta-feira, 30 de março de 2011
Amo o mundo pelo o que ele é, sem exigir muito do que vejo e sinto. Vejo pessoas indo e vindo e penso que, talvez, eu pense demais. Me pergunto sempre o que as pessoas pensam quando andam por esse mundo a fora, porém sei que, nesse mundo, as pessoas não são as coisas mais interessantes para se observar.  Olho para o céu, seja dia, seja noite, e me pergunto se há alguém a olhar por mim lá de cima. E se tiver, o que ela(e) pensa sobre mim? Será que ela(e) é capaz de ver o que faço o tempo todo, ou só dispõe de uma visão limitada como a minha.
Amo mundo pelo o que ele e espero que ele não mude tanto tão cedo, ainda tenho muito o que viver nele. Tenho muito o que pensar dele, se bem que não penso muito só observo. Seria estúpido de mim pensar ao invés de olhar. Há tanto para se olhar e observar que estranho o fato de que a maioria das pessoas só passa pelo tempo e pelo espaço, elas não  percebem a beleza do mundo a sua volta. Posso parecer caipira ao dizer isso, mas levante seus olhos por um mísero segundo e verá sobre o que eu estou falando. 


0 comentários:

Arquivo do blog

Tecnologia do Blogger.