terça-feira, 15 de novembro de 2011
Ouvindo música, tentando pensar em algo para escrever. Quando percebo que há inspiração logo do lado de fora de minha janela. Já lhes disse como é bom ver os raios de sol através da cortina, mas creio que nunca lhes expliquei como é mágico ver a chuva cair. Cada gota cai consecutivamente, sem elas as plantas jamais cresceriam. Sem elas, talvez, nunca seria possível saber como é bom sentir esse vento gelado na cara. Não saberíamos como é bom dormir ouvindo essas mesmas gotas batendo contra o vidro da janela. 
Gosto de chuva, pois com ela posso observar a beleza de um arco-íris. Gosto de chuva, pois com ela parece que todo o mundo chora comigo quando me sinto mal. Gosto de chuva, mesmo que ela chegue a atrapalhar minha ida a qualquer lugar. Gosto de chuva, pois com ela vejo todo uma beleza sem sair de minha cama. 
Chuva que embala meus sonhos mais profundos. Chuva que traz a vida de modo calma e gentil. Chuva que mostra ao mundo que ser triste não é tão ruim assim. Chuva que é bela, mesmo não sorrindo como os raios solares. 

0 comentários: