A cada minuto.

Se sentindo sufocada Como se o ar me faltasse Um choro sem lágrimas Uma dor, uma facada. As lágrimas vem, Mas eu não posso deixá-las sair Meu olhos irão me trair Mas eu não posso deixar que os outros vejam. Meu coração martela Bate tão forte Eu não consigo aguentar, cala! Se controla. Quero que meu coração pare de bater Para que eu não sinta isso nunca mais Esse batimento me dá um frio na barriga Quero mesmo que tudo acabe Meu olhos me entregam A cada batida... A cada minuto....

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Curtas para adoçarem o coração.

Sobre finais.