Para dizer que tudo o que tenho é liberdade para ser quem sou.

Antes eu não tinha nada, mal sabia o que queria ou como conseguiria continuar a correr atrás dos meus sonhos. Tudo parecia impossível, inalcançavel, insuperável, muito longe do que meu coração pode alcançar. Me sentia presa a pessoas que não são como eu, me senti presa em alguém que eu não sou. Comecei a me sentir pior, cada vez mais triste, mais sozinha... Como se o mundo estivesse distante de mim.  Mas quando menos se espera, o mundo dá voltas e traz aquilo que você menos esperava, no momento em que a esperança já aparecia ter te abandonado. 
Agora eu posso sorrir, posso cantar, ler, escrever, me dedicar ao meu curso, sorrir, falar, abraçar e, principalmente, ser eu mesma. Eu mal havia notado que nesse tempo todo o meu maior problema era falta de mim mesma. Não tenho mais vergonha ou medo. Agora sei que as pessoas devem me amar pelo o que sou, e não pelo o que dizem que eu deva ser. Não tenho nada que me impeça ou que me prenda a pessoas ou paradigmas que sejam contrários ao que eu sou. Tenho alegria para sorrir e para ajudar quem eu amo a sorrir, tenho força para suportar os obstáculos e os pesos do mundo que me cerca, tenho coragem para nunca mais me perder.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

A cada minuto.

Curtas para adoçarem o coração.