Como dizer?

Como dizer a meu coração que ele não deveria as machucar dessa maneira? Como dizer a ele que ainda há chance de sermos felizes e que toda essa dor é passageira? Como dizer que lá fora deve haver alguém que anseia por ternos em seus braços e que basta abrir os olhos para ver quem é essa pessoa? Como dizer para mim mesma que não há nada mais a perder?
Passo dias e noites a pensar se realmente existe alguém disposto a me amar. Penso até que, talvez, eu não seja certa para ninguém. Que, talvez, somente talvez, eu exista para viver sozinha e ser feliz assim. Pois eu fui feliz enquanto manti meu coração fechado e lacrado como o de David Jones o capitão do Holandês voador. A dor é menor quando não se está preocupada com o coração. Mas eu realmente fui feliz assim? Vale a pena não sentir para não se machucar? Foi tão ruim assim me sentir nervosa/ansiosa/ apreensiva/ciumenta/louca/dependente de alguém ou por alguém?  Esse turbilhão de sentimentos vale a dor que vem a seguir? 


Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Curtas para adoçarem o coração.

Sobre finais.