quinta-feira, 28 de abril de 2011
Você ainda me ame. Pensando que talvez você ainda me queria em seus braços e que essas lágrimas não passam de uma mera ilusão embaçando a minha vista nesse dia tão nublado. Talvez a chuva lá fora expresse muito melhor o que sinto por você agora: você me faz chorar, me faz rir, me faz querer cada vez mais e faz com que eu queria ficar longe de você para talvez assim respirar com uma facilidade maior. 
Se eu me sinto bem quando estou com você? Com certeza, ninguém me deixa mais feliz do que você, do que a sua risada. Se eu gosto de depender tanto de você? Não, eu não deveria depender assim de você. Mas você é tão viciante, tão hipinotizante que meu coração não sabe como se conter. Até o momento que percebo que eu já cai e que pensar que talvez, somente talvez você me quisesse já era o suficiente para mim.


0 comentários: