terça-feira, 26 de abril de 2011
Há horas em que é impossível negar, há horas em que meus olhos não conseguem esconder o que minha mente diz que é inadmissível mostrar para o mundo.  Lágrimas vêm a minha face e eu tento insistentemente esconde-las de quem quer que seja.
Não adianta você me dizer que é normal, que todos choram. Eu não choro, eu sou forte o suficiente para aguentar o que quer que seja. Eu preciso ser forte, não só por mim, mas por todos os que eu amo. Se eu não for forte por eles, eles podem não aguentar o que esta em mim.
Lágrimas são minhas amigas, velhas companheiras de caminhada. Já estou acostumada a tê-las em meu rosto, em meu coração.  Na maior parte das vezes eu nem mesmo as derramo, derramá-las significaria fraqueza, moleza, e tudo aquilo a qual eu tento lutar contra. Foi minha decisão vir aqui e estar aqui, então cabe a mim lidar com tudo isso!  

0 comentários: