Preparar o caminho

Como servir quando seus pés não aguentam mais andar? Sorrir mesmo sabendo que a dificuldade é grande demais para se suportar. Rezar para que tudo dê certo, para que as pessoas compreendam que existem coisas que estão fora de nosso alcance. Pensar no próximo antes de si mesmo, amar aqueles são mais difíceis de se amar. Não julgar pelo o que seus olhos vêem, pensar que julgar está além do seu limite. Perceber que cada um é de um jeito e que suas lágrimas não vão concertar ou mesmo convencer as pessoas de que aquilo não deve ser feito. 
É sem ter a certeza do que virá que fazemos o nosso serviço. É saber que muitos não gostaram de tudo,que muitos te insultaram mesmo sem ter motivo algum para o fazerem. É saber que você vai se preocupar com a segurança daqueles que não estão preocupados nem consigo mesmo nem com o próximo. 
Ser os olhos, as mãos, os braços, ser os pés e carregar no coração um amor maior do que o nosso próprio. Não é fácil colocar a vida de alguém a frente da sua, colocar as vontades de alguém que você nunca viu no lugar da sua. Pensar que talvez um sorriso será muito melhor do que uma palavra, que um abraço fará mais efeito do que um sermão. Mas afinal de contas, Ele nunca me disse que as coisas seriam fáceis e quem sabe essa experiência traga para mim mais do que eu poderia sonhar. Talvez assim eu seja menos egoísta, talvez eu diga menos "eu" e pense mais em "nós". Talvez o centro do mundo deixe de ser eu mesma. Talvez o sorriso do próximo seja a razão do meu sorriso. Dar em vez de receber, me doar ao invés de esperar que alguém se doe por mim. 
Sentir dor em todos os lugares possíveis, pensar em desistir, mas lembrar que nada doí mais do que a dor da desistência. Então é hora de levantar a cabeça e seguir em frente, preparar esse caminho não é fácil, mas eu tenho a convicção de que não há coisa mais linda no mundo!


Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Curtas para adoçarem o coração.

Cara nova!